Fale Conosco
  • phone
    (31) 2551-6501 \ (31) 2551-6502
  • location_on

    Rua Desembargador Continentino, 412 Caiçaras -Belo Horizonte - MG CEP: 30770-180

Deixe sua Mensagem

Seja um Cliente

A maneira mais rápida e fácil para o representante comercial organizar suas finanças em apenas 03 meses!

A Maneira Mais Rapida E Facil Para O Representante Comercial Organizar Suas Financas Em Apenas 03 Meses Post - Acce Contabilidade - A maneira mais rápida e fácil para o representante comercial organizar suas finanças em apenas 03 meses!

Deseja sair do meio do caos financeiro que só te impede de crescer? Entenda hoje como organizar suas finanças em 3 meses! E ter o controle do Planejamento Financeiro.

Se você tem que encarar todos os desafios que exige a atividade de representante comercial, e está lidando com uma série de adversidades que, pouco a pouco, fazem você perder o controle efetivo das suas finanças, prepare-se! Pois na postagem de hoje, ao seguir as nossas dicas e aplicar em sua rotina, em torno de 3 meses, você terá uma gestão financeira segura e efetiva.

Planejamento financeiro para representante comercial

A contabilidade em dia é essencial para que seu planejamento financeiro seja eficiente!

Não confunda gastos pessoais e profissionais

Tenha tudo registrado

A representação comercial e suas finanças

O planejamento financeiro: como deve ser feito

Aprenda o passo a passo para ter as finanças em ordem e 3 meses!

1 – Mapeie o cenário atual

2 – Separe as despesas pessoais das profissionais

3 – Faça um fluxo de caixa

4 – Defina seus objetivos financeiros

5 – Elimine o que for desnecessário

Portanto, quando falamos de planejamento financeiro, esse é um recurso essencial para todo e qualquer tipo de profissional que lide com o mercado brasileiro e todas as dificuldades tributárias e econômicas.

No entanto, podemos dar um destaque maior ao representante comercial, afinal, além de ser um profissional que trabalha por conta própria, tem que lidar com vários outros fatores como competitividade e faturamentos que dependem de contratos estabelecidos por terceiros.

E se você ainda está estudando a possibilidade de se tornar um, sem problemas, confira o nosso vídeo abaixo e continue a leitura que essas dicas serão valiosas para você no futuro!


Mas, voltando o nosso foco ao controle da gestão financeira, tendo em mente o fato de que nem todos sabem como se organizar, decidimos falar sobre algumas dicas de planejamento financeiro para representante comercial.

Considerando que nem sempre os representantes trabalham por conta própria e, por isso, é preciso pensar em um planejamento financeiro nesses casos também. Confira a seguir!

Planejamento financeiro para representante comercial

Se você quer que sua empresa funcione corretamente, é preciso ter um planejamento financeiro infalível. Um representante comercial lida com diferentes empresas todos os dias, o tempo todo. E Isso quer dizer que se trata de um modelo de negócio que depende unicamente da aceitação de outras empresas (seu público) para conseguir lucrar no final do mês.

Sendo assim, é necessário organização para poder pagar as contas, os funcionários e ainda ter um excedente ao final (lucro).

Planejamento financeiro para representante comercial

A contabilidade em dia é essencial para que seu planejamento financeiro seja eficiente!

Um representante comercial, ou uma empresa que trabalha com uma equipe de representantes, precisa ter a contabilidade em dia, sempre.

Por isso, se o representante comercial é um profissional ocupado, e que não consegue tirar um tempo do seu dia para analisar os números, então é mais do que necessário poder contar com um serviço profissional de contabilidade.

Ao contratar esse tipo de serviço, você fica por dentro:

  • do fluxo de caixa da empresa;
  • do quanto precisa desembolsar para o pagamento de contas;
  • do quanto recebe ao final do mês, e o que realmente fica em suas mãos, – que é o que chamamos de excedente, e que pode ser usado para poupanças ou investimentos.

A contabilidade em dia é algo que influencia diretamente na tomada de decisões de um profissional autônomo ou dentro de uma empresa de representação comercial, porque é a partir do faturamento de um negócio que conseguimos entender a necessidade de uma mudança de estratégia, ou mesmo verificar que essa mudança não será necessária.

Planilha de acompanhamento de vendas para representante comercial

Não confunda gastos pessoais e profissionais

Uma dica para os representantes comerciais autônomos ou para os gestores de empresas de representação comercial é:

“É preciso ter claro o limite entre os seus gastos pessoais e os gastos profissionais.”

Essa linha limite precisa ser tratada para que a empresa não precise arcar com despesas que não são cabíveis a ela e, dessa forma, não crie nenhum prejuízo para o setor contábil ou financeiro.

Não se sabote! Tenha muito bem claro que as responsabilidades pessoais e empresariais são completamente diferentes, embora sejam arcadas pela mesma pessoa: você.

Tenha tudo registrado

O melhor que você pode fazer em relação ao planejamento financeiro para representante comercial é registrar absolutamente tudo.

Tenha um controle de:

  • O quanto de dinheiro entra;
  • Suas despesas com contas;
  • Funcionários (caso seja uma empresa de representação comercial, e não um autônomo);
  • Férias e afins;
  • Despesas variáveis, e tudo mais o que envolve a parte financeira.

Isso facilita muito o caminho para que você tenha uma visão clara do quanto precisa para suprir cada uma dessas partes, e não gastar mais do que deve.

A organização é um aspecto fundamental do planejamento financeiro para o representante comercial, por isso, ao registrar tudo você, consegue acompanhar de perto toda a movimentação do dinheiro da empresa.

Não vamos negar que a administração financeira de um representante comercial é uma das mais árduas tarefas para o vendedor que atua nesse segmento. E para que essa administração seja realmente um sucesso, uma das necessidades básicas é a criação um planejamento financeiro para que o empresário,  representante comercial, possa ter uma visão ampla da saúde financeira de seu empreendimento.

Contudo, vale lembrar que nesse ramo de atividade não basta apenas ser um bom vendedor e saber se comunicar, mas sim, saber representar uma empresa como ela espera que isso seja feito.

E o que toda empresa representada espera, é que o representante comercial  atinja todas as metas estipuladas pela mesma.

Desse modo, para um representante comercial, que está em contato com diversas empresas contratantes e com inúmeros clientes, a necessidade do planejamento financeiro é essencial e, como não se trata de uma tarefa simples e corriqueira, é necessário atenção e cuidado para montar um sistema que atenda às necessidades e que apresente resultados.

A representação comercial e suas finanças

O ideal para que uma empresa de representação comercial – ou profissional autônomo – tenha uma excelente saúde financeira é ter mais que uma representada em seu portfólio de produtos, uma vez que os percentuais de comissões de apenas uma representação, talvez, não seriam suficientes para arcar com todas as suas despesas.

E mais, não é aconselhável manter todos “os ovos”, dentro de uma única cesta. Porém, é importante ter um equilíbrio na quantidade de produtos que se vende, para que realmente os resultados sejam otimizados.

Planejamento Financeiro para Representante Comercial
imagem: Freepik.com

O planejamento financeiro, portanto, é uma exigência para que uma empresa de representação comercial possa continuar funcionando com tranquilidade e segurança, possibilitando ao empresário – representante comercial – condições de administrar seu empreendimento e fazer as previsões necessárias, seja para gerar novos negócios, seja para reduzir custos.

No controle financeiro da empresa de representação comercial é necessária a criação de um plano de contas eficiente, para que se possa gerar o planejamento financeiro.

Ao fechar um período de trabalho, que geralmente é correspondente a um mês, a primeira tarefa é apurar o resultado líquido. Saber como estava a vida financeira da empresa naquele período.

A partir daí, torna-se necessário fazer a análise completa de todas as receitas e despesas consolidadas durante o período de apuração, verificando cada uma das contas de despesas e comparando-as com as vendas efetuadas.

Isso exige, evidentemente, que o plano de contas seja distribuído entre as empresas clientes para que não haja qualquer engano.

Por exemplo, a empresa de representação comercial pode estar gerando lucro num determinado período, mas uma empresa representada pode ter causado prejuízo. Assim, é preciso saber as ocorrências sobre essa representada, as causas do prejuízo no período, podendo chegar ao ponto de verificar a viabilidade de continuar representando-a ou não.

Essas estratégias devem ser verificadas em contrapartida com o realizado para que o planejamento financeiro ofereça resultados positivos no futuro ao representante comercial e ao seu empreendimento.

O planejamento financeiro: como deve ser feito

Uma empresa de representação comercial tem, como objetivo, fazer a intermediação entre o fornecedor de qualquer produto e o cliente distribuidor, para que, finalmente, o produto possa chegar às mãos do consumidor.

Embora pareça uma tarefa “fácil”, é uma atividade que exige muito trabalho, muito planejamento, muita organização.

A intermediação não é algo assim tão simplificado, exigindo um acompanhamento que vai sair da concepção das necessidades do cliente, irá passar pela produção e chegará à entrega dos produtos, mesmo o trabalho não tendo o seu término nesse ponto: a representação comercial também é responsável pelo pós-venda.

O elo de ligação do representante comercial cria a corrente para que o produto possa chegar ao cliente final, o que o torna uma figura importante na cadeia produtiva e de distribuição. Exatamente por essa condição é que a empresa deve cuidar com muito cuidado de suas finanças. E como normalmente, é  preciso trabalhar para mais de uma representada. O representante comercial não pode se dar ao luxo de agir sem manter um planejamento financeiro eficiente e muito organizado.

O planejamento financeiro deve ser feito não apenas para o controle de empresas representadas. Esse conjunto deve ser estabelecido com a junção de todas as estratégias definidas com cada uma delas, tais como:

  • plano de metas,
  • planejamento de vendas,
  • geolocalização,
  • prepostos,
  • custos logísticos,
  • quantidade de visitas,
  • relatórios,
  • dentre outros fatores relevantes para que uma empresa de representação comercial tenha efetivo sucesso.

Após o levantamento, através dos resultados de um determinado período, o responsável pelo planejamento financeiro deve utilizar os dados para montar um plano para o período seguinte:

  • despesas mensais fixas,
  • despesas variáveis,
  • despesas eventuais.

Ou seja, o montante que cada empresa pode precisar para que tenha seus produtos colocados nos clientes finais.

Cada planejamento, de cada empresa representada, deve conter ainda o potencial de vendas exigido não só para o pagamento dessas despesas, como também para gerar o lucro necessário para que a empresa de representação comercial continue com sua viabilidade financeira e que possa, ao mesmo tempo, manter uma reserva para épocas de menor venda, considerando, inclusive, as sazonalidades.

Todo esse levantamento, vai servir para um planejamento financeiro unificado,  para a empresa de representação comercial, onde os números se unem para mostrar como a empresa deve agir no próximo período.

Esse plano deve conter números condizentes com a realidade dos períodos anteriores. Apenas dessa maneira é que se poderá estabelecer estratégias para que a equipe de vendas possa se movimentar e trabalhar para dar o melhor atendimento a todos, desde o cliente final até à empresa representada, atendendo as metas estabelecidas (ou criando estratégias para superá-las) e trazendo resultados efetivos para a empresa.

Trata-se, portanto, de um conjunto de atividades muito mais complexo do que apenas um planejamento financeiro para qualquer outro tipo de empresa.

São necessários maiores cuidados e maior detalhamento, principalmente porque a empresa de representação comercial não é só uma intermediadora: ela representa a empresa que a contratou e deve levar uma imagem definida para os clientes.

O planejamento financeiro para representante comercial é essencial para a continuidade das atividades do mesmo e para o melhor atendimento ao consumidor que, afinal, é o objetivo final de toda a cadeia mercantil.

Planilha de acompanhamento de vendas para Representante comercial

Aprenda o passo a passo para ter as finanças em ordem e 3 meses!

Portanto, com todas as informações adquiridas até aqui, vamos aprender agora as ações práticas para ter uma organização financeira “nas rédeas” em 3 meses.

Vale frisar que, o fundamento básico para manter a organização das suas finanças como representante comercial é a disciplina no acompanhamento diário das movimentações financeiras e, com isso, nós podemos te ajudar. Acompanhe o passo a passo:

1 – Mapeie o cenário atual

Primeiramente, é fundamental fazer um levantamento da sua realidade atual, como já destacamos. Liste todas as fontes de entrada de dinheiro (vendas, comissões, bonificações) e todos os motivos de saída (contas, despesas, impostos).

Essa simples prática já é capaz de mostrar a você o quanto sua atividade está gerando de lucro — ou de prejuízo. Tendo essas informações na ponta do lápis, – ou em algum software – fica muito mais simples ter o panorama geral das suas finanças.

2 – Separe as despesas pessoais das profissionais

Não temos muito o que estender nesse tópico. Uma boa maneira de evitar esse problema é criando duas contas distintas: uma para os seus gastos domésticos, referente ao seu dia a dia para além do trabalho, e outra para todos os processos que envolvam seus clientes e suas atividades profissionais.

Tome essa mesma iniciativa para seus cartões de débito ou de crédito.

3 – Faça um fluxo de caixa

Para ter o controle das suas transações, é essencial realizar um acompanhamento diário de tudo o que entra e sai das suas contas. É o que chamamos de fluxo de caixa.

Faça um esforço para registrar a parte financeira todos os dias, anotando das despesas mais simples, como um cafezinho no meio da tarde, até as mais complexas, como viagens corporativas.

Acompanhar de perto e de maneira constante suas finanças permite tanto que você identifique os gargalos que trazem prejuízo para sua atividade profissional quanto trace estratégias rápidas para corrigir eventuais erros.

4 – Defina seus objetivos financeiros

“Para quem não sabe onde quer chegar, qualquer caminho serve.”

Essa frase se aplica à sua rotina de trabalho? Se a resposta for “sim”, então é hora de traçar uma rota mais clara, concorda?

Controlar suas finanças se torna algo muito mais eficiente se você tiver um objetivo financeiro claro, possível e com prazo determinado. Ele pode ser algo que você pretende adquirir, uma quantia que você queira economizar ou uma meta de lucro que você busca.

Por isso, defina claramente onde quer chegar e trace um plano de ação. Suas diretrizes são o caminho que você deve percorrer para tornar seu objetivo uma realidade concreta.

5 – Elimine o que for desnecessário

Às vezes, ficamos tão focados na parte operacional dos nossos negócios que deixamos de observar algumas despesas que não têm razão de existir mais.

Com isso, o dinheiro que poderia estar gerando lucro ou sendo investido de forma mais eficiente, vai sendo consumido pelo caminho de forma irrelevante.

Por isso, identifique e elimine imediatamente gastos que não influenciam a sua atividade e invista em alternativas que possam gerar economia, como iniciativas de economia compartilhada, em que empreendedores se reúnem para compartilhar os custos operacionais dos seus próprios negócios – os famosos espaços de coworking, por exemplo.

Organizar finanças é uma habilidade que qualquer pessoa pode – e deve – desenvolver. Ter o controle financeiro na ponta do lápis é um diferencial para tornar sua prática profissional o mais lucrativa possível.

Vai abrir a sua empresa de representação comercial em Minas Gerais? Então confira o nosso vídeo:

E para qualquer dúvida relevante a organização financeira da sua empresa de representação comercial, ou atividade autônoma, entre em contato com a ACCE Contabilidade que iremos te ajudar a ter as suas contas sob controle!

Avalie este Post!

Marcadores:

Não perca mais nenhum post!

Assine nosso blog e receba novos posts frequentemente em seu email.

Comentários

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of